Prefeitura Municipal de Itapipoca

Apresentação

A denominação Itapipoca é um vocábulo indígena do dialeto sistematizado pelos jesuítas com a finalidade de catequizar os nativos da grande nação Tupi, que quer dizer PEDRA REBENTADA ou PEDRA LASCADA, uma enorme pedra que se lascou devido à reação térmica do calor do sol e o frio da noite.

Com uma área de 1.191,60 km que nela convergem três unidades distintas: caatinga arbustiva (SERTÃO), zona litorânea (PRAIA), e complexo vegetacional de matas secas e úmidas (SERRA).Na realidade Itapipoca é conhecida internacionalmente como a cidade dos três climas, que oportunizam seus moradores escolher dentro de tantas belezas naturais, habitar onde o clima lhe é mais agradável.Climas tão distintos numa cidade é fato raro entre outro município.

O sítio paisagístico de maior valor é formado por praias, dunas, lagoas, lagos litorâneos e manguezais. Sua temperatura média anual é de 27ºC e que apesar de estar em área de clima tropical úmido é considerada agradável pela presença dos ventos. As principais atividades econômicas desenvolvidas são a agricultura, a indústria e o turismo despertando como uma grande possibilidade para aquecer a economia local.

Encontra-se em Itapipoca, uma variedade de bordados, rendas, labirintos, pinturas, esculturas, dentre outras variedades, porém a atividade hoje é considerada importante como atrativo sócio-cultural mais sem muita significância para a economia local.

Com grandes diversidades naturais e culturais o município apresenta sem sombra de dúvidas um vasto potencial turístico. É possível aliar serra, praia e sertão num só lugar, Itapipoca aposta neste diferencial e abre as portas para o turismo oferecendo paisagens verdes e saudáveis, sem desprezar histórias e lendas, arte e culinárias, valorizando a cultura e as tradições locais como uma das formas de incrementar a atividade e agregar valor ao segmento.Dentre os diversos atrativos existentes, o município abriga em sua paisagem, gigantescos monólitos, cachoeiras, bicas, olhos d’água, trilhas, açudes, praias, tanques fossilíferos e até uma gruta com inscrições rupestres, tudo na medida certa para o turismo que ainda chega timidamente à região.

Evolução Política

Situada entre serras e o mar, inicialmente chamada de São José de 13 de abril de 1744 a 16 de outubro de 1823. Com sua emancipação política a 17 de outubro de 1823 passou a chamar-se de Vila da Imperatriz (hoje distrito de Arapari). Em 31 de Agosto de 1915 já com sede administrativa no Arraial de Itapipoca elevou-se a categoria de Cidade de Itapipoca. Sua colonização foi iniciada há 319 anos, em 7 de outubro de 1683 (século XVII).

O povoado de Itapipoca teve sua colonização oficial a 13 de abril de 1744, com a concessão de uma sesmaria na serra de Uruburetama ao Sargento Mor Francisco Pinheiro do Lago, que em seguida repassou para seu genro Jerônimo Guimarães de Freitas (fundador oficial de Itapipoca) e sua esposa Francisca Pinheira do Lago.

Economia

Itapipoca tem PIB de R$ 493.189.528,00 anuais. As atividades econômicas são: indústria (representa 24.1%),  agropecuária (10,21%), prestação de serviços (57,9%) e turismo. Conta-se hoje 37 indústrias em Itapipoca, tendo destaque as três maiores: Dass (empresa do ramo de calçados), Ducoco (empresa do ramo alimentício) e H+(empresa do ramo alimentício).

Pontos Turísticos:

* Horto do Santo Cruzeiro – construído em 1933, a estátua em 1977

* Prédio da Prefeitura – construído em 1877, no passado funcionava uma escola

* Igreja da Paróquia de Nossa Senhora das Mercês – construída em 1772 no distrito de Arapari

* Praça dos Três Climas e Praça Perilo Teixeira

* Igreja de São Sebastião

* Catedral de Itapipoca – construída em 1887

* Casa Branca – Perilo Teixeira

* Casa Amarela – Dr. Rigoberto Romero

* Maternidade Martagão Gesteira

* Paço Municipal – 1878

* Sítio Sanharão

* Estádio Perilo Teixeira

* Casa da Família dos Camerino Souza – 1874

* Obelisco do Cinqüentenário de Itapipoca

* Círculo Operário

* Escola Anastácio Alves Braga – pioneira

Danças Culturais:

Dança do coco, maracatu, dança de São Gonçalo, torém, reisado, serenata, quadrilha, bumba-meu-boi.

Parceiros

ACEP - Associação Cearense de Estudos e Pesquisas
Av. da universidade, 2446 - Benfica - CEP: 60.020-180 - Fortaleza - CE
Fone/Fax: (85) 3253.4161 - CNPJ: 01.921.606/0001-22
E-Mail: acep@acep.org.br

Criação de sites, Desenvolvimento e otimização SEO em Fortaleza - Grupo Inovare
Highslide for Wordpress Plugin